FTL

A Fraternidade Teológica Latino Americana (FTL) nasceu de um desafio simples: como o Evangelho de ontem pode continuar sendo relevante ao mundo de hoje sem que se perca neste processo a fidelidade ao mesmo? (contextualização) Além disso, para que expresse os valores do Reino de Deus manifestos no Evangelho de Jesus, como a reflexão teológica e a sua práxis missional pode ir além dos aspectos da pregação tão somente sobre salvação individual e da alma? Uma reflexão teológica rica, cristocêntrica e dialogal, comprometida com a Palavra de Deus e com os desafios contemporâneos de nossa sociedade latino-americana e brasileira, surgiram para oxigenar o entendimento sobre a missão da igreja evangélica.

A FTL surge na década de 1970, em Cochabamba, Bolívia, em âmbito continental e tem como precursores irmãos, tais como: René Padilla, Samuel Escobar, Orlando E. Costas, Rolando Gutiérrez Cortés, Sidney Rooy, entre outros.

Assim, a Fraternidade é um movimento cristão evangélico de reflexão e práxis teológica que se propõe, por meio de suas atividades causar impactos positivos, tanto eclesiais, missionais e sociais, a partir da Integralidade do Evangelho (Teologia da Missão Integral) contribuindo, dessa forma, para a manutenção e preservação integral da dignidade e vida de nosso próximo. – os núcleos locais são os principais agentes pulverizadores dessa reflexão-ação.

A reflexão desenvolvia nos núcleos da FTL propicia a geração de inúmeros homens e mulheres engajados na expansão do Reino e de suas respostas, pessoal e comunitária, ao comissionamento de Cristo, principalmente para ambientes de debilidade social, sendo, dessa forma, impulsionadora para uma possível mudança, da inércia à ação, em prol da integralidade da vida do ser humano que, grosso modo, é alvo do sacrifício do Cristo.

Nos seus 35 anos de atuação no Brasil, esse movimento contribuiu em muito para o surgimento de igrejas preocupadas com sua contemporaneidade e relevância. A FTL suscitou e apoiou a realização de grandes congressos continentais de evangelização e também os missionários. Os Congressos Latino Americano de Evangelização (CLADEs), os Congressos Brasileiros de Evangelização, Congressos Nordestinos de Evangelização, Fórum Jovem de Missão Integral etc.

Também o surgimento de organizações como Eirene, CPPC, Rede Evangélica Nacional de Ação Social (RENAS), são frutos do movimento ensejado pela FTL, pois acreditamos que a reflexão-ação é desenvolvida também por meio de “trabalho em rede”, enquanto forma cooperativa de organização das ações missionais da Igreja. A ilustração da “rede” é importantíssima para a compreensão de seu conceito: a rede não é simplesmente a somatória de cordas existentes, é muito mais que isso, ou seja, é uma maneira de entrelaçamento das cordas de tal forma que, unidas, conseguem adquirir harmonia em seu aspecto de força conjunta, que ultrapassam as capacidades individuais de cada uma delas. Podemos dizer, que o trabalho em rede desenvolvido pela FTL-B, além de ser uma forma privilegiada para somar forças na tarefa apresentada pelo Cristo à sua Igreja, é também uma maneira de trabalhar de forma articulada, permitindo desdobrar as habilidades do corpo de Cristo (Igreja - sujeitos envolvidos), garantindo uma maior eficácia, pelo prisma do Reino, no trabalho e maior eficiência em nosso serviço. 

  • Aliança
  • Faculade Unida
  • Miquéias
  • Missão Cena
  • Conectar
  • Diálogos
  • TearFound
  • VisãoMundial
  • FTSA
The Betst bookmaker bet365 Review
How to register at bookamkersHere