Delegação de 50 brasileiros participa do CLADE V em Costa Rica

 

Entre os dias 9 e 13 de julho, na cidade de San Jose, capital da Costa Rica, aconteceu o CLADE V – Quinto Congresso Latino Americano de Evangelização. Assim como os três anteriores, ele foi convocado e organizado pela Fraternidade Teológica Latino Americana (FTL). O CLADE em sua quinta edição, teve o intuito de pensar a Teologia da Missão Integral no contexto da America Latina e Caribe. Os quatro últimos CLADE’s aconteceram em Bogotá (Colômbia), em 1969; em Lima (Peru), em 1979; e em Quito (Equador), em 1992 e em 2000.

O Tema do encontro foi Sigamos a Jesus no seu Reino de Vida. Guia-nos, Santo Espírito! O CLADE V se propôs a ser um processo de reflexão teológica e celebração da Missão de Deus no contexto Latino Americano.  Durante uma semana, cerca de 800 irmãos e irmãs, da América Latina, do Caribe e de outras partes do mundo reuniram-se em torno de centenas de mesas para analisar a atual situação da Teologia da Missão Integral e propor novos desafios para o futuro próximo.

O brasileiro Jorge Henrique Barro, atual presidente da FTL continental, realizou a abertura do congresso, relembrando a história da Fraternidade e suas quatro décadas. Um bate-papo descontraído entre os fundadores da FTL e seus mais antigos membros teve lugar na primeira noite do encontro, denominada de Recordação. Participaram relembrando os CLADE’s anteriores Mervin Breneman, Pedro Arana, Juan Stam, René Padilla, Sidney Rooy, Samuel Escobar e o brasileiro Valdir Steuernagel.

Trabalhado em três eixos centrais, o tema foi assim dividido ao longo do congresso: Primeiro: “Sigamos a Jesus”que tratou da necessidade de aprender a segui-lo, de encarnar um compromisso de discipulado integral e radical; O segundo: “Reino de Vida”, sugeriu transformações ao contexto latino americano, carregado de expressões de morte. E o terceiro: “Guia-nos, Santo Espírito! ” que expressou, por meio de súplica, a necessidade de sermos guiados pelo Espírito da Vida em nossa ação missionária nesses comtextos.

Todos os eixos foram desenvolvidos pelos setores da FTL continental, e o Brasil sendo responsável pelo primeiro eixo (“Sigamos a Jesus”), fez sua apresentação com o atual secretário executivo da FTL-B, Robinson Jacintho, juntamente com Clemir Fernandes (RENAS e Núcleo Rio de Janeiro) e Yokimi Yuaça (Núcleo São Paulo), que na plataforma compartilharam quais foram as falas, perspectivas e gestos identificados por grande parte de núcleos locais, igrejas, ONG´s, seminários e Faculdades teológicas quanto a importância e necessidade do seguimento de Jesus em seus contextos, com suas diversidades, desafios e possibilidades (Para ter acesso ao documento desenvolvido pela FTL-B e também o documento de apresentação no CLADE V, clique aqui).

A delegação brasileira participou do congresso com cerca de 50 pessoas, tendo em sua composição uma diversidade de irmãos das cinco regiões dopaís, bem como de diferentes confissões de fé e denominações eclesiásticas. Todos alinhados por uma paixão pela Missão Integral e por sua difusão em todo Brasil e mundo. Valdir Steuernagel, um dos fundadores da Fraternidade no Brasil e um dos principais nomes da difusão da Missão Integral na América Latina, esteve na plataforma afirmando que o CLADE V não se trata de um evento apenas. “CLADE não quer ser apenas um evento, mas uma plataforma de diálogo entre igrejas, ministérios, redes e movimentos cristãos na América Latina, Caribe e no mundo” afirmou. 


Ao longo do evento, 18 oficinas temáticas foram ofertadas aos participantes. Nessas oficinas diversos desafios foram apresentados, assim como questões a serem trabalhadas nestes próximos anos nos setores da FTL Continental, bem como nos núcleo locais, igrejas etc. Um dos principais temas discutidos nas oficinas foi sobre os jovens como protagonistas de uma transformação da sociedade por meio dos valores do Reino de Deus. Também tiveram espaço para as questões indígenas e de imigrantes latinos para países europeus e para os EUA. Além disso, temas envolvendo sexualidade, economia, pobreza, educação, sustentabilidade e alternativas missionárias para o contexto urbano, foram debatidos nessas oficinas espalhadas pelo local do Congresso.

Na programação, tivemos também a participação da nossa fraterna irmã Odja Barros que é coordenadora do Núcleo Maceió da FTL-B. Odja conduzindo uma devocional baseada no texto de João 21, explanando acerca da última refeição de Jesus com seus discípulos, mostrando desta forma as continuidades e mudanças; a relação com o espaço de caminhada do seguimento de Jesus; os números de representação desse seguimento; e o tempo como fator imperativo da resposta dos discípulos ao seguimento do Cristo.

Lyndon de Araújo Santos, atual presidente da FTL – setor Brasil, participou do Congresso e sentiu-se animado com a participação brasileira em Costa
Rica. Para ele, uma das funções dos Clade’s, é impulsionar as fraternidades em suas instâncias locais, dando visibilidade, atraindo novos membros e produzindo conteúdo teológico que venha auxiliar a igreja em sua caminhada no chão latino americano. Ao que parece, este impulso já pode ser sentido na delegação brasileira que esteve em Costa Rica. Membros da FTL-B já estão produzindo material, artigos e suas impressões acerca do CLADE e, entusiasmados com o que viram e ouviram, passarão os próximos meses realizando trabalhos e encontros locais que reverberem os acontecimentos em Costa Rica.

Acompanhe aqui pelo site da FTL as novidades e participe do núcleo local em sua região ou cidade mais próxima. Para mais informações do Congresso, indicamos o próprio site do CLADE V (www.clade5.org ) e também o blog do Luiz Felipe Xavier (consta em nossa lista no site), pois sendo coordenador do Núcleo BH esteve com a delegação e fez um diário com percepções pastorais importantíssimas. Acesse.

FTL-B.

  • Aliança
  • Faculade Unida
  • Miquéias
  • Missão Cena
  • Conectar
  • Diálogos
  • TearFound
  • VisãoMundial
  • FTSA
The Betst bookmaker bet365 Review
How to register at bookamkersHere